Como fazer a manutenção de seu carro com segurança

homem arrumando o carroMuitas pessoas costumam fazer a manutenção do próprio carro — algumas simplesmente por uma questão de economia. Mas aprender as noções básicas de manutenção e conserto pode ter outras vantagens também, como por exemplo a independência e a rapidez que isso traz. Talvez você também gostaria de saber fazer a manutenção de seu carro. Mas como pode fazê-la com segurança? Fique atento ao perigo! Sua prioridade número um deve ser a segurança, pois é fácil se machucar quando se trabalha em espaços apertados ou quando se faz força com uma ferramenta. O que você pode fazer para não se ferir? Quando apertar um parafuso, certifique-se de que a chave esteja bem encaixada nele. Pergunte-se: “Se a chave escapar, onde a minha mão vai parar?” Usar luvas ou enrolar a mão em um pano pode ajudar a protegê-la. Para ficar mais fácil controlar a força, puxe a ferramenta em sua direção em vez de empurrá-la para a frente, se possível. Além disso, para soltar um parafuso travado, tenha como objetivo girar apenas um quarto de volta por vez. Essas regras de precaução e controle da força sempre funcionam. Nunca deixe que a pressa o faça esquecer-se delas! Muitos acidentes acontecem quando se tenta usar uma ferramenta para fazer algo para o qual ela não foi projetada. Tom, por exemplo, estava apanhando para trocar as velas de ignição do carro. Por quê? O soquete que estava usando era muito curto e escapava da vela ao girar. Depois de finalmente conseguir trocar a primeira, Tom resolveu usar um prolongador entre o soquete e a catraca. Assim ele trocou as outras cinco velas no mesmo tempo que levou para trocar a primeira — e com segurança! Que lição aprendemos? Ter a ferramenta certa é essencial. Algumas substâncias podem cair em seus olhos quando estiver trabalhando debaixo do carro ou olhando para cima, por baixo do painel de instrumentos. Como você pode se proteger? “Use algum tipo de óculos de proteção”, diz Sean, mecânico há mais de dez anos. “Na oficina onde trabalho,” acrescenta, “o uso de tais equipamentos de proteção é obrigatório”. Você também deve usar óculos de proteção ao trabalhar perto de líquidos perigosos, como ácido de bateria. Quando for trabalhar debaixo do carro, use sempre um cavalete projetado para essa finalidade, um elevador para automóveis ou uma valeta de manutenção com paredes de concreto. Nunca entre embaixo de um veículo sustentado apenas por um macaco. Para dar o apoio adequado, o manual do proprietário de alguns carros indica a posição certa onde macacos e cavaletes devem ficar, embaixo do carro. Mas tome cuidado! Uma força súbita — como o tranco resultante de se soltar um parafuso muito apertado — pode fazer o carro se deslocar e escorregar dos suportes. Como evitar surpresas perigosas Algumas partes de seu carro podem ficar bem quentes e queimá-lo se você tocar nelas. Por exemplo, a água do radiador permanece quente por muito tempo depois que o motor é desligado. Portanto, não abra a tampa do radiador até que esteja fria o suficiente para você tocar nela com a mão. Em alguns carros, a ventoinha do radiador é elétrica e liga automaticamente — mesmo depois que o motor é desligado. Para não se machucar, desconecte o fio negativo da bateria antes de começar o serviço. Tire anéis, pulseiras e colares para mexer no carro, especialmente se o motor estiver ligado. Além de enganchar em peças salientes, acessórios de metal podem provocar um curto-circuito e ficar incandescentes. Mangas de camisa frouxas, bem como gravatas, cachecóis e até cabelos compridos podem se enroscar em peças em movimento. Mesmo quando achar que já terminou o trabalho, há uma última regra a seguir. “Sempre verifique duas vezes o serviço”, diz Dirk, que é consultor técnico de uma oficina mecânica movimentada. “Certa vez,” continua ele, “um mecânico se esqueceu de verificar o serviço depois de consertar os freios. Eles falharam, e o carro veio direto na minha mesa!” O que fazer numa emergência Ao dirigir, preste atenção a quaisquer ruídos ou odores estranhos. Yvonne sentiu um cheiro estranho vindo do motor do carro. Seu marido abriu o capô e viu um esguicho de anticongelante saindo de um furo minúsculo na parte de cima da mangueira do radiador. Como detectaram o problema antes de o motor superaquecer, Yvonne e o marido conseguiram chegar até uma oficina mecânica. O que você deve fazer se o carro enguiçar na estrada? Primeiro, tente deixá-lo o mais afastado possível da pista. Os passageiros, principalmente as crianças, devem permanecer no carro com o cinto de segurança afivelado. Se você precisar sair do carro, fique o mais longe possível do tráfego. Ligue o pisca-alerta do veículo. Deixe o capô levantado para indicar que o carro está com problemas. Com cuidado, coloque na estrada um triângulo de segurança ou outros sinalizadores de emergência. Se a bateria do carro estiver descarregada, talvez você decida fazer uma transferência de carga a partir da bateria de outro veículo (procedimento conhecido como “chupeta”). Neste caso lembre-se de que as baterias de carro produzem um gás altamente inflamável. Uma centelha pode provocar a combustão do gás, detonando uma explosão que pode lhe dar um banho de ácido corrosivo. Portanto, se você ou quem estiver lhe ajudando não souber exatamente como fazer a transferência, espere o socorro chegar. Como vimos, a manutenção do carro é uma responsabilidade séria. Se você for consertar um defeito ou simplesmente fazer manutenção de rotina, lembre-se sempre: a preocupação com a segurança é essencial!

SitedeCarros - Classificados On-Line - Anuncie Gratis Cadastre aqui seu estoque e apareça nos melhores portais!